Buscar
  • Michel Borges

Como um logotipo profissional pode ajudar meu negócio?

Já presenciei algumas pessoas afirmando que “O visual da empresa não importa tanto. Deveriam se preocupar mais em divulgar”. Esta afirmação tem verdades, mas também pode gerar grandes enganos. Um logotipo profissional de fato ajuda qualquer negócio, porém surge outra pergunta: O que é um logotipo profissional?


Para ilustrar e responder agora estas duas perguntas (Michel, você só está piorando as coisas, rsrsrs), vou trazer aqui algumas definições e histórias para esclarecer estas dúvidas. Confia em mim, vamos clarear esta situação.


Branding, Logotipo e Publicidade


Branding é um processo de gestão que busca aumentar a reputação da marca, ou o brand equity, que é um conjunto de percepções dos consumidores sobre a marca, como lealdade, performance, sentimentos e julgamentos. No final das contas, o que se deseja é ter uma marca forte, com alto brand equity, visto que uma marca assim possui forças desejadas por todo empreendedor, como:


  • Facilidade de conquistar novos consumidores;

  • Alto índice de consumidores fiéis;

  • Consumidores embaixadores da marca;

  • Facilidade de expansão dos negócios;

  • Alta percepção de valor;

  • Facilidade de parcerias.



Então, branding é um processo para construção desta imagem positiva, desta boa reputação chamada de brand equity. Certo, e onde entra o logotipo nesta história? Bem, já faz algum tempo que adotei a árvore como forma de ilustrar o universo do branding, como no esboço que estou montando para um futuro curso nesta área:


Meu esboço sobre o método que venho desenvolvendo para fortalecer marcas.


A raiz de uma árvore é composta por várias partes que se dividem e se aprofundam na terra. Cada parte desta raiz é um elemento estratégico da marca, que por ficar debaixo da terra, apenas seus gestores e pessoas envolvidas conhecem. Já o tronco, é uma parte visível e que gera sustentação, junto com a raiz, para os galhos, folhas e frutos.


É no tronco que o logotipo está, porém, não está sozinho. Todas as definições da identidade que se tornam sensíveis, ou seja, possível de serem percebidas, estão no tronco: Identidade visual, verbal, olfativa, fotográfica, arquitetônica, etc.


Mais de 80% de toda a informação que recebemos em nosso cérebro é obtida visualmente, segundo Roam (2010). Por isso, uma das primeiras preocupações de quem está abrindo um negócio é, depois de já ter um nome (ou pensar que tem… mas este assunto fica para outro artigo) é de possuir algum logotipo para ser percebido, no seu site, na sua fachada, no adesivo do carro, etc. E é exatamente neste ponto que um logotipo profissional pode realmente ajudar o seu negócio, muito mais do que ser apenas uma assinatura por necessidade.


Um logotipo, por mais bonito que seja, se não estiver alinhado ao posicionamento da marca (as raízes, lembra?), como vai ajudar a construir a imagem da marca? E aí está a grande diferença entre um logotipo profissional e um amador. Se o tronco não estiver carregando os nutrientes gerados pelas raízes, não teremos os frutos que tanto desejamos.


E vamos um pouco além. Mais do que um logotipo, vamos pensar em Identidade Visual, ok? O logotipo é o símbolo da marca, que pode ser o conjunto do nome ou sigla com alguma imagem de referência. Agora, uma Identidade Visual explora outros elementos que reforçam as estratégias de marca e estão em sintonia com a filosofia do negócio, como por exemplo:

  • Tipografia;

  • Texturas;

  • Ícones;

  • Cores;

  • Elementos de apoio.

Veja o exemplo abaixo, que são algumas páginas extraídas do Manual de Identidade Visual da Encloose, uma marca de moda jovem, que nasceu no meio digital e tem como propósito ajudar as pessoas a se amarem como elas são. Projeto desenvolvido pela Unidade Branding, claro:

Passe as imagens para o lado >


Desta maneira, pensando um pouco além (só um pouquinho), sua marca terá mais elementos que vão auxiliar em diversas situações à construir sua reputação e ajudar o seu negócio a:


  • Ter uma primeira melhor impressão;

  • Demonstrar autoridade no segmento;

  • Gerar mais segurança para fechamento de novos negócios;

  • Estar mais presente na memória dos clientes e demais públicos;

  • Gerar um ambiente interno mais motivador;

  • Comunicar com mais clareza seu posicionamento;

  • Aumentar a sustentabilidade do negócio;

  • Fortalecer o negócio contra as crises;

  • Ser diferente e se destacar da concorrência;


Bom, esta lista pode ser continuada, mas acredito que você já tenha entendido. Assim como em todas as áreas do negócio, busque ajuda de profissionais que vão realmente te ajudar a construir valor, que respeitem a cultura da organização e trabalhem com você para valorizar o que pode ser seu ativo mais precioso, a sua marca.


Ei… espera aí. Eu citei mas não falei da publicidade. Então rapidinho, a publicidade é o conjunto de ações para tornar pública (para as pessoas certas) a sua marca e sua proposta de valor através dos produtos e serviços. As campanhas podem ser online, offline e tudo junto misturado (o que eu acho melhor), pois até empresas digitais como a Google e o Uber, mandam cartas pelos correios e colocam placas nas ruas.


Agora, se sua publicidade realmente estiver enraizada nas estratégias da marca e firmes no tronco, utilizando os recursos de identidade disponíveis, com certeza você terá ações que, mais do que promover um produto ou serviço, trabalham para construir uma marca forte.


Atenciosamente,




Michel Rodrigues Borges

51 99758.8868

michel@agenciaunidade.com

agenciaunidade.com

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo