© 2020 bombando ;)

Novo Hamburgo - RS

  • Canal da Unidade Branding no Youtube
  • Facebook Basic Black
  • Instagram Basic Black
Buscar
  • Michel Borges

Posicionamento de marca requer renúncia!


Dentro do universo das marcas existe uma palavra pouco compreendida que se chama “posicionamento”. Um posicionamento de marca é a forma com que um negócio inteiro se estrutura e se apresenta ao mercado, com a proposta de criar uma imagem junto aos clientes, possíveis clientes, parceiros, sociedade, colaboradores etc.

Para um bom posicionamento de marca é necessário várias definições estratégicas que vão compor o livro da marca, ou brandbook como costumo chamar. Esse livro, que pode ser digital também, vai servir como filtro para a tomada de decisões quanto às ações e toda a comunicação da marca, trazendo agilidade nos processos e garantindo uma unidade no discurso em todos os meios, do site ao atendimento telefônico.

O detalhe é que nem sempre o posicionamento de uma marca é o que está na mente das pessoas, dos seus públicos. Nesses casos acontece (e muito) do dono de um negócio achar que tem uma imagem e ao perguntar para os clientes, descubro que é bem diferente, ou seja, precisa rever e alinhar suas estratégias e até mesmo os fundamentos da marca.

Uma das grandes armadilhas da falta de uma identidade forte, de um bom posicionamento de marca é aquela frase: “quero atender todo mundo”. Quando escuto essa frase, costumo dizer que o site dessa pessoa precisa ser em pelo menos 150 idiomas diferentes, pois o mundo é bem grande e nem todos entendem os idiomas mais universais.

Por isso, ter um posicionamento requer renúncia! Não podemos cair na conversa de que vamos agradar a todos. Já ouviu a frase que “nem Jesus agradou a todos”? Quando você está focado em atender e atrair pessoas segundo a filosofia do seu negócio acontece duas coisas boas: Nem você nem seu “cliente” perdem tempo e você ainda diminui o risco de reclamações.

Por exemplo, se você tem uma marca de acessórios masculinos para homens de negócios e comunica para alcançar “todos os públicos masculinos”, não vai gerar engajamento e identificação do seu público verdadeiro. E você, está comunicando e atraindo que tipo de pessoa? Caso tenha interesse em aprofundar seus conhecimentos sobre marca e aplicar no seu negócio, me siga no Youtube da Unidade Branding.

Até a próxima!

Michel Rodrigues Borges

Graduado em Publicidade e Propaganda Mestre em Processos e Manifestações Culturais

Fundador e Estrategista de Marcas da Unidade Branding

#posicionamento #marca #postura #novohamburgo

17 visualizações